sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Espreitadela ao Papalagui



Nós sabemos que o homem branco não compreende os nossos costumes. Um pedaço de terra parece-lhe igual a outro porque ele é como um estrangeiro que chega de noite e tira da terra o que precisa. A terra não é a sua irmã mas o seu inimigo; quando a conquista passa adiante... Ele trata a sua mãe-terra e o seu irmão-céu como coisas que se compram, se exploram, se vendem como gado ou pérolas brilhantes. O seu apetite devorará a terra e deixará atrás de si o deserto. Não sei. Os nossos costumes são diferentes dos vossos. O olhar para as vossas cidades faz mal aos olhos do pele-vermelha. Mas pode não ser porque o pele-vermelha seja um selvagem e não compreenda... Nós, ao menos, sabemos isto: a terra não pertence ao homem. O homem pertence à terra. Isto sabemos nós.




[O Papalagui, discursos de tuiavii chefe de tribo de tiavéa nos mares do sul, Antígona]






Este foi o primeiro livro que comprei. Tinha na altura 16 anos.


Continua a fazer bastante sentido, e talvez cada vez mais.


Foi muito importante pois ensinou-me a olhar para o mundo através dos olhos do(s) outros(s). Ensinou-me também a relativizar e a definir prioridades. Não tenho dúvidas que moldou o meu carácter pouco materialista. Também me ajudou a querer conhecer a natureza e a querer viver de uma forma mais em concordância com os ciclos naturais.




O livro retrata os discursos de tuiavii chefe de tribo de tiavéa nos mares do sul (Samoa), ao chegar de uma visita ao mundo ocidental. Estes discursos são reais. De uma forma simplista e quase infantil, este chefe analisa a forma como vivemos. Acreditem que nos vamos rir bastante de nos mesmos e que quase nos sentimos ridiculos em certas situações.


Aproveitem este bom bocado.

1 comentário:

Manoel José de Santana disse...

Querido (a) amigo (a) estou dando uma passadinha no teu Blog. E gostei muito e voltarei sempre. U abraço: Manoel Limoeiro de Recife - PE.Brasil.Visite o Blog por favor: http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com.br/

Recife -PE. 07 de junho de 2015.